O MISTÉRIO CONTINUA...

O DESPERTAR DE ANTIGOS MISTÉRIOS

"Temos acompanhado o destino dos remanescentes da humanidade na Terra depois que Poseidon submergiu e o povo passou a errar, procurando sobreviver às mudanças ocasionadas pela catástrofe. Sugerimos como o equivalente celestial do homem terreno, o Povo do Céu, deve tê-lo ajudado a empreender novamente o início de uma civilização. Traçamos a primeira cooperação entre os Dois Irmãos, um dos quais terreno e o outro do céu, e mostramos como este esforço cooperativo se tornou eficiente através de um sistema dualista de Ordem e Instrução"





No que concerne à Arqueologia, na verdade sabemos muito pouco - ou talvez quase NADA. E essa afirmação torna-se inteiramente válida, notadamente quando se trata do Antigo Egito, onde a cada dia que passa novas e espantosas surpresas surgem. Apesar de tudo aquilo que foi saqueado, de tudo o que foi descoberto e revelado, estima-se que nem 30 por cento das maravilhas arqueológicas ali enterradas foram trazidas à luz. Nesta foto National Geographic, você vê a cabeça gigantesca de uma rainha cujo peso atinge 11 toneladas, recentemente desenterrada das milenares areias de Zagazig, situada a cerca de 80 quilômetros do Cairo. E se o restante desse monumento for encontrado, ela terá sido a maior estátua jamais encontrada naquela área. E não foi preciso muito esforço ou sequer a realização de algumas buscas para que esse sensacional achado viesse a ocorrer, uma vez que está atualmente acontecendo um fenômeno inusitado nas terras do Egito: os lençóis de água subterrâneos estão, cada vez mais, forçando as camadas superiores do solo, não somente ameaçando os monumentos existentes, como também trazendo à tona muitas coisas que jamais se sonhava que pudessem existir. Surpreendente, porém nada demais nisso! Não está mesmo escrito que tudo aquilo que esteve oculto e ocultado seria um dia finalmente revelado?



E por falar nisso, essa é a tradicional imagem da Esfinge de Gizé, a qual estamos acostumados. Um mistério ainda não inteiramente revelado - ou, melhor dizendo, desvelado - é ciosamente guardado por ela desde tempos imemoriais......



Mas nesta foto inédita (© Larry Orcutt), você a vê através de um ângulo novo e diferente: precisamente pela parte anterior. Interessante, não? Porém o mais interessante pode ser visto bem abaixo dela, precisamente na sua lateral inferior esquerda.....



SIM, nesta outra foto (também © Larry Orcutt), vemos uma entrada secreta para o seus subterrâneos, há pouco descoberta! Os mais recentes mapeamentos efetuados através da Magnometria têm atestado que, de fato, existem câmaras, túneis imensos, entradas secretas e muitas outras passagens, bem abaixo dela. Como aliás já era do conhecimento das Ordens Iniciáticas autênticas desde muitos séculos. Daí resultando que os pesquisadores e os arqueólogos não precisam despender tanto trabalho para procurar..... 



.... Uma vez que (é sempre bom rever e recordar) os verdadeiros Iniciados, os autênticos Mestres, têm, cuidadosamente preservados desde milhares de anos, até mesmo os antigos mapas e os esquemas dessas passagens e dos TEMPLOS situados no subsolo da Esfinge, interligando-a ao complexo da Grande Pirâmide! E - quanto a isso devemos ter a mais absoluta certeza - muitas coisas espantosas se escondem lá por baixo (Ilustração: R+C AMORC).



Sem qualquer dúvida, o Egito guarda imensos segredos! Segredos que se um dia revelados causarão uma profunda revolução em todos os campos do conhecimento e da razão humana. Mistérios e segredos que dizem respeito à própria Gênese da nossa espécie; à visita e colonização da Terra por seres de outros mundos situados no espaço sideral, BEM COMO a comprovação quanto à existência das perdidas civilizações que hoje fazem parte apenas das tradições e das velhas lendas de todos os povos do planeta.



Perdidas e esquecidas civilizações, assim como a Atlântida, a Lemúria, e quem sabe muitas outras cujos nomes e identidades sequer suspeitamos - muito mais evoluídas do que a nossa.... E que por isso mesmo e igualmente podiam se locomover através dos céus, transmitir sons e imagens à distância e ainda empregar e se utilizar de tecnologias que sequer podemos vislumbrar. Culturas fantásticas que nasceram, cresceram e morreram - assim como algum dia forçosamente acontecerá conosco devido a uma Lei inflexível. E as provas quanto a isso existem realmente! E muito embora possam ser desprezadas ou comodamente ignoradas, verdadeiramente gritam aos nossos ouvidos através do seu silêncio por demais eloqüente e perturbador. Observe este "objeto de adorno", assim como o classificam os ditos "especialistas" e cuja idade remonta há milhares de anos. Agora responda sinceramente: - Não se trata da estilização pura e simples de uma aeronave?



E o quê dizer das evidentes LÂMPADAS, gravadas em profusão nos SUBTERRÂNEOS do templo de Denderah, Egito - murais em relevos cujas idades remontam há milhares de anos e nos comprovam o emprego de uma tecnologia extemporânea nos tempos dos faráos, ou seja, milhares de anos antes de Cristo e, portanto, antes da nossa própria época!



E não há mesmo muito o que discutir: vemos nitidamente os bulbos, os filamentos, os cabos, até mesmo um suporte de fixação - e algo que lembra um gerador, ou bateria de alimentação! Até hoje não se sabe como esses trabalhos belíssimos e muito bem elaborados dos murais em relevos e pinturas foram efetuados, por vezes a centenas de metros de profundidade, nas soturnas tumbas e nos magníficos templos. De onde você acha que teria vindo esse prodígio? Quem exatamente ensinou, ou teria entregado, isso a eles?



Pois é, nesse particular será sempre bom rever coisas como essa: na arquitrave do grande portal de um templo em Abydos, temos esses curiosos "hieróglifos desconhecidos", mostrando já nos tempos do Antigo Egito - ou seja, milhares de anos antes do nosso próprio tempo - nada menos que um helicóptero, dois aeroplanos e uma outra máquina não-identificada, possivelmente uma astronave ou foguete! Tudo isso teria existido antes, nas nebulosas e esquecidas épocas das perdidas civilizações - sendo o que temos HOJE, apenas e tão-somente, as meras redescobertas de uma tecnologia passada? Ou Mestres Desconhecidos teriam deixado isso como amostra para que, no futuro, a próxima civilização (isto é, a nossa) a empregasse? Ou quem sabe VIAJANTES DO TEMPO, vindos de um futuro distante, teriam deixado ali as suas marcas? É, de fato, uma região muito grande, imensa, e jamais conseguiremos sequer chegar às suas fantásticas bordas! 



E se isso não for o suficiente, não custa nada rever esse outro milenar "brinquedo de criança egípcio", atualmente em exposição no Museu do Cairo. E que "criança" mais imaginosa, muito tempo antes de Cristo, teria fabricado isso! Fuselagem perfeita, leme, asas aerodinâmicas e até mesmo um trem de pouso.....! Local da sua descoberta? SACCARA!



Estranho? Sim, bastante. Também em Saccara, Tumba de Ptah-Hetep, Quinta Dinastia Egípcia (isso quando era permitida a visitação), os turistas mais atentos tinham a sua atenção despertada para algo bastante insólito existente neste velho mural. Vamos ver, então, mais perto, o quê despertara tanto a atenção da menina e de sua mãe, vistas na foto.....



..... Algo que, por sinal, já abordamos em diversas páginas anteriores deste Site: a nítida imagem de uma criatura alienígena humanóide - provavelmente do tipo "gray", ou "cinza" (vista na extremidade inferior esquerda da foto) - sendo objeto de adoração pelos antigos egípcios! Antes de essa imagem ser devidamente "censurada" pela conspiração oficial do silêncio, os assim chamados especialistas classificaram a criatura como uma "divindade desconhecida" - no que, em parte, tinham toda a razão: "desconhecida", sim. Mas essa coisa jamais compôs o Panteão Egípcio ou sequer pertenceu ao seu elaborado simbolismo religioso! Então, jamais teria sido uma "divindade" tipicamente egípcia.



Reveja-a, em tamanho grande e também colocada em preto e branco para melhor visualização. Não é mesmo chocante? E não deixe de reparar no inusitado formato do "braço" direito da bizarra criatura!



Por sua vez, na tumba de Akhti-Hetep (FOTO: © Bonechi), temos algo igualmente espantoso que os tradicionalistas classificam como "um egípcio rendendo homenagens a uma flor de lótus". E veja que "flor de lótus" mais marota é mesmo essa! Usa roupas - uma espécie de túnica ou avental sagrado - é dotada de olhos negros e exageradamente oblíquos, boca, e assim por diante. Além do mais, e ao que se saiba, os egípcios não ofereciam sacrifícios de alimentos para flores, tal como é visto neste antiqüíssimo mural. Aliás, esta bizarra "flor", assim como está bastante explícito na milenar imagem, se alimentava de patos, pães, bolos e frutas..... 



...... Sutil, não? Observe agora com bastante atenção os bizarros detalhes desta curiosa "flor de lótus"...... 



E agora compare as duas representações murais, pertencentes a dois lugares e a dois períodos históricos distintos (tumbas de Ptah-Hetep e Akhti-Hetep) e tire as suas próprias conclusões. Essas duas bizarras "divindades desconhecidas", ou quem sabe marotíssimas "flores de lótus", não são absolutamente IDÊNTICAS? E por mais que tentem subestimar a inteligência das pessoas, tudo fica claro como a água cristalina de uma fonte: SÃO MESMO DOIS ALIENÍGENAS!!!









0 comentários:

Postar um comentário

 

Aviso Importante !

As páginas deste Blog, contêm artigos e imagens por vezes fortes e também certos conceitos, opiniões e teses que eventualmente podem ferir princípios emocionais, religiosos, filosóficos, históricos e científicos. Se você não está preparado para isso - ou se por algum motivo não concordar - agradecemos a sua atenção, recomendando portanto que não as acesse. Atenciosamente: SASQUATCH

Free CSS Template by CSSHeaven.org TNB